Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
 NOTÍCIAS DE AFUÁ
06/04/2015
Afuá
UM GRANDE TALENTO DA FOTOGRAFIA DO MARAJÓ
 

Nosso destaque da arte e cultura marajoara deste mês vem através da fotografia de Eliseu Pereira.

Eliseu se considera um caboclo marajoara, que teve a sorte em ter nascido e se criado neste paraíso, desde sua infância conviveu com as tradições e rotinas do povo de sua região, principalmente a de Muaná na Ilha do Marajó. Eliseu nos conta que Muaná é uma terra de um povo acolhedor, rico em cultura e tradições, se declara um apaixonado por sua cidade, da qual, ele nunca pretende se mudar.

Primeira experiência:

Teve seus primeiros contatos com a fotografia aos nove anos de idade, acompanhava as festas tradicionais, onde vinham pessoas vender fotografias e quadros com imagens de cavaleiros em seus cavalos e outros com cenários deslumbrantes, aquilo despertou a curiosidade e admiração de Eliseu.  Dois anos depois, um primo de Pereira comprou uma câmera Yashica Ez Mate, eles juntavam latinhas para vender e comprar os filmes e mandar revelar as fotos. O olhar aguçado e o talento já afloravam desde cedo, institivamente procurava os lugares que oferecessem as melhores cenas para registrar as belezas naturais e o cotidiano das pessoas, com isso o interesse do ainda garoto Eliseu crescia cada vez mais pela arte de fotografar, para ele não haviam limites, matas, rios, centro urbano, tudo se transformava em alvo para a velha Yashica.

Era digital:

Quando entrou na era digital fazia de tudo para arranjar dinheiro e comprar cursos de fotografia e novos equipamentos, neste instante a fotografia já fazia parte da vida de Eliseu e ele estava determinado a se tonar um grande fotógrafo.  Nos declara que um de seus principais objetivos é difundir a cultura do Marajó, o cotidiano deste povo que até então é desconhecido pela maioria das pessoas, com isso, busca contribuir para uma maior valorização do povo marajoara, não permitindo que toda a cultura, conhecimentos e tradições deixadas como legado pelos antepassados, não esmoreça e caia no esquecimento da própria população dessa vasta região do Pará.  

ACOMPANHE AQUI alguns registros deste grande fotografo do Marajó.

Comunicação/AMAM
 
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000