Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE BREVES
22/05/2017
Breves
HORTA ORGÂNICA GARANTE DIETA DE PACIENTES NO REGIONAL DO MARAJÓ.
 


Uma dieta balanceada rica em nutrientes é fundamental para a manutenção da saúde de qualquer pessoa. E quando se trata de quem está convalescendo de alguma doença ou em tratamento, o cuidado com a alimentação precisa ser ainda maior. No Hospital Regional Público do Marajó, em Breves, uma iniciativa sustentável vem trazendo bons resultados e auxiliando a evolução positiva do quadro de saúde de pacientes. É da horta orgânica instalada em um espaço de 180m² do terreno do HRPM que sai boa parte dos ingredientes usados no preparo das refeições diárias servidas aos colaboradores, usuários e acompanhantes.

Mantida desde 2012, a horta coberta abriga uma variedade de legumes e verduras que são cultivadas totalmente livres de agrotóxico. O cuidado com a plantação vai desde o preparo do solo até a escolha das sementes, trabalho esse que conta com a experiência dos auxiliares de serviços gerais Antônio Pereira dos Santos e Enivaldo Gomes Batista. Os dois dividem as tarefas na área.

Logo pela manhã, eles começam o serviço de coleta dos vegetais como alface, coentro, couve, pepino, berinjela, tomate, abóbora, chicória, pimenta, hortelã e cebolinha. “Me sinto muito em feliz em proporcionar, com meu trabalho, uma melhor alimentação aos pacientes e colegas. Tudo o que é produzido aqui é 100% natural e cuidado com muito amor. Por isso é delicioso e saudável”, diz.

De acordo com a nutricionista do Setor de Nutrição e Dietética (SND), Renata Feio, as refeições são complementadas com algumas frutas vindas da capital, mas adianta que na horta também já são cultivadas melancia, banana e erva cidreira.

Apesar de todo cuidado na manutenção da horta e no preparo das refeições, ainda há quem tenha certa resistência aos legumes e verduras. “Trabalhamos muito a questão da reeducação alimentar, especialmente junto às crianças, para estimular hábitos mais saudáveis nos pequenos”, conta Renata, explicado que naquela região a alimentação se baseia principalmente no consumo do açaí associado a alguma proteína, como peixe e charque.

Por isso, notadamente em crianças que passam pela internação hospitalar e se deparam com uma alimentação diferente, rica em frutas e vegetais, há um certo estranhamento. Para reverter essa situação, a equipe do Hospital Regional do Marajó promove testes de aceitabilidade.

“Muitos pacientes já avisam previamente que não gostam de legumes e verduras, então a Nutrição Clínica faz todo um trabalho de conscientização até a aceitação do alimento. Geralmente, as crianças são mais fáceis de convencer”, diz Renata, destacando que os adultos também são resistentes, mas acabam apreciando o cardápio por entender que isso vai contribuir para melhora do seu quadro de saúde. “A, partir do momento que descobrem que o que estão comendo é produzido ali, passam a dar mais importância nas refeições que são oferecidas”.

Já o diretor executivo do hospital, Joaquim Fonseca, não esconde o orgulho com a experiência bem sucedida da horta orgânica do HRPM. “Manter esse serviço é uma prioridade e um compromisso que temos com a sustentabilidade e com a preservação do meio ambiente, e com a própria vida, refletida na saúde de nossos pacientes e colaboradores”.

Serviço: O Hospital Regional Público do Marajó está localizado na Avenida Rio Branco, nº 1.266, Centro. Fone: (91) 3783-2140 // 3783-2127.

Fonte: AGPA.

Comunicação/AMAM.
 
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000