Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE BREVES
08/08/2013
Breves
HOSPITAL REGIONAL DO MARAJÓ REDUZ TRANSFERÊNCIAS DE PACIENTES PARA A CAPITAL
 

Diminuir a grande procura por atendimento nos hospitais da capital é um dos objetivos dos hospitais regionais, construídos pelo governo do Estado, que vem sendo cumprido pelo Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), localizado no município de Breves. Ao oferecer assistência, nas mais diversas especialidades, a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), a instituição reduz a sobrecarga na rede hospitalar da capital.

Somente nos meses de maio, junho e julho o Hospital do Marajó realizou 3.954 consultas, que resultaram em 27.825 exames laboratoriais, por imagem e métodos gráficos. Dos 640 pacientes internados, somente 15 foram transferidos para Belém.

Para o diretor técnico do HRPM, Michal Gejer, a missão mais importante da instituição é regionalizar o atendimento à saúde, uma diretriz da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), garantindo assim o atendimento à maioria dos usuários do 8º Centro Regional de Saúde (CRS).

Com capacidade técnica e estrutura para casos de média e alta complexidade, o HRPM garante atendimento à população dos municípios de Breves, Anajás, Bagre, Curralinho, Gurupá, Melgaço e Portel. Os encaminhamentos são referenciados pela Central Regional de Regulação. O hospital oferece atendimento em diversas especialidades, e tem disponíveis 50 leitos, unidades de Urgência e Emergência, sete leitos de UTI Adulto, cinco leitos de UTI Pediátrica e cinco de UTI Neonatal.

Êxitos - O atendimento especializado está possibilitando a recuperação de Denise dos Santos Barbosa, 28 anos, moradora de Breves. Vítima de um grave acidente de motocicleta, em março deste ano, ela foi atendida no HRPM com 14 costelas fraturadas, pulmões perfurados e fraturas no braço esquerdo (em duas partes), na bacia (em três partes), e na clavícula. Em estado gravíssimo, ela passou 21 dias internada - 16 deles na UTI.

Hoje, Denise está em franca recuperação. Com as sessões de fisioterapia, ela já caminha com a ajuda de aparelho, e está recuperando a mobilidade. “Sinto uma melhora gradativa. Agradeço a todos que cuidaram e cuidam de mim. Sempre fui muito bem tratada aqui, desde o primeiro dia em que fui internada. Fiz muitas amizades e tenho muita confiança em todos que cuidam de mim”, afirmou Denise.

Outro exemplo da importância do hospital no atendimento de pacientes que, em outros tempos, seriam transferidos para Belém ou morreriam no município sem os cuidados adequados, é o caso do bebê Analu Lobato Cardoso, que nasceu prematuramente no HRPM no dia 21 de maio, com sérias complicações respiratórias e menos de 1,5 kg. Ela foi internada na UTI Neonatal, onde recebeu sessões diárias de hidroterapia, o que melhorou a capacidade respiratória e trouxe outros benefícios. As sessões eram realizadas com o auxílio de uma pequena rede, em uma banheira com água aquecida.

A evolução no quadro de Analu foi tão significativa, que no último domingo (4), ela foi transferida para uma das enfermarias da Clínica Integrada, onde está em companhia da mãe, Adriane Gomes Lobato, 17 anos, residente no município de Gurupá. Alimentada a cada três horas, a menina já está com 2,9 kg. "Passei por uma gravidez de alto risco. Foi muito difícil. Mas nosso atendimento foi ótimo. Agora, com ela ao meu lado, sã e salva, me sinto mais segura e feliz, graças a todos aqui do hospital, que trataram minha filha como se fosse filha de cada um deles", ressaltou Adriane Gomes Lobato.

Serviço: O Hospital Regional Público do Marajó oferece atendimento ambulatorial de segunda a sexta-feira, das 7 às 18 h. O hospital fica na Avenida Rio Branco, 1.266, no centro de Breves. Mais informações pelos fones (91) 3783-2140/ 3783.

 

 Fonte:AGPA

 

 

 

 

 

 

 

 

     

 

 
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000