Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE CHAVES
09/06/2014
Chaves
EMATER INCENTIVA EXTRATIVISTAS DE CHAVES A MANEJAREM O AÇAÍ NATIVO.
 

Em Chaves, no arquipélago do Marajó, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), incentiva extrativistas da Ilha Caviana, formada por sete comunidades rurais, a melhorarem a produção de açaí. Nas áreas a empresa vem trabalhando um diagnóstico sobre a cultura para identificar as potencialidades, necessidades e as práticas de cultivo.

Durante a ação na Caviana, 95 famílias foram identificadas desenvolvendo a atividade com o açaí.  Junto às famílias, a Emater trabalha com palestras e oficinas de manejo adequado do açaizal. A expectativa é melhorar a produtividade das árvores, o preço do fruto e, consequentemente, a vida das famílias. As oficinas de capacitação contaram com parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Das famílias envolvidas na ação, 70 devem ser financiadas com recursos do Amazônia Florescer, por meio do Banco da Amazônia. Cada família financiada receberá o valor de R$ 3.500,00. Para o acesso ao microcrédito a Emater emitiu Documento de Aptidão ao Pronaf (DAP), que credencia as famílias como agricultoras.

Em Chaves, as áreas de açaí são em sua maioria nativas. Atualmente, as famílias manejam cerca de 200 hectares do fruto. A Emater incentiva a atividade extrativista e tenta minimizar a ação nociva, que é causada pela derrubada sem discriminação dos açaizeiros para a retirada do palmito. Segundo dados da Emater, por cada árvore derrubada de açaí para a produção do palmito, o extrativista recebe R$ 3,50, enquanto que a mesma árvore chega a render em açaí R$ 25,00. Cada árvore rende em média 14kg do fruto.

Segundo o técnico da Emater, Orlando Lameira, dos agricultores que devem ser financiados, 40 terão o crédito renovado. “Além da melhoria na produtividade da lavoura, por conta do manejo adequado da cultura e dos benefícios gerados ao meio ambiente, o açaí tem melhorado substancialmente a qualidade de vida dessas famílias”, observa Lameira. A Emater acredita que até o início do segundo semestre as famílias já comecem a receber os créditos.

Fonte: AGPA.

Comunicação/AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000