Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE CHAVES
18/04/2012
Chaves
CARAVANA LEVA ATENDIMENTO ÀS ZONAS URBANA E RURAL DE CHAVES
 

Chaves é o 13º município do Arquipélago do Marajó a receber a Caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva. Devido ao volume de água do Rio Amazonas, a balsa com os consultórios móveis não conseguiu atracar no trapiche da sede municipal, o que não afetou o atendimento à população. Os equipamentos foram levados no barco com os profissionais que atuam na caravana.

 

Os serviços oferecidos atraíram pessoas de várias localidades do município, como Neli Amaral, moradora da comunidade Mandubé. Quando soube da chegada da caravana em Chaves, a doméstica enfrentou uma viagem de 10 horas até a sede municipal para consultar o filho, Nivaldo, de cinco meses, que nasceu em casa e nunca havia sido examinado por um médico e nem recebido as vacinas obrigatórias.

 

“A gente mora muito distante de tudo. Eu só vim porque aqui podia consultar meu filho e dar a vacina, que é importante para a saúde dele. Se não fosse esse serviço eu não sei quando ia poder levar ele ao médico, e nem quando ele seria vacinado”, contou Neli.

 

Maria de Sena, 62 anos, conseguiu consultas com oftalmologista e clínico geral, e também procurou o posto de vacinação. “É muito importante tomar a vacina. As pessoas se preocupam mais com as crianças, mas os idosos têm que se proteger também”, disse Maria.

 

A vacina é importante para manter o controle de doenças como febre amarela, difteria e tétano. Leonardo Barbosa, técnico em Enfermagem responsável pelo posto de vacinação na caravana, explica que apesar de os municípios terem postos de vacinação, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) decidiu incluir um núcleo de vacinação na caravana que percorre os municípios do Marajó, com o objetivo de ampliar o número de pessoas vacinadas.

 

“A quantidade de serviços oferecidos na caravana atrai muita gente e as pessoas acabam aproveitando a oportunidade e atualizam a carteira de vacinação. Essa é a nossa estratégia para garantir a imunização da maioria das pessoas que procuram a caravana. A receptividade das pessoas tem sido muito boa”, informa Leonardo.

 

Atendimento simultâneo - O município de Chaves tem cerca de 20 mil habitantes, dos quais 90% vivem na zona rural. Por isso, o atendimento da caravana em Chaves aconteceu simultaneamente nas zonas urbana e rural. Nesta, o atendimento foi programado para os dias 16 e 17 na Vila Arapixi, e no dia 18 na comunidade Ganhoão. Na área urbana a população recebe atendimento em todos os dias de permanência da caravana.

 

Para conseguir levar às localidades as especialidades médicas, as consultas oftalmológicas foram realizadas em um dia em cada local. Mas como a procura pela especialidade foi muito grande no primeiro dia de atendimento na cidade, a organização da caravana decidiu ficar mais um dia na sede, sem prejudicar as localidades do interior.

 

“Devido à grande demanda na sede, decidimos ficar mais um dia aqui. Agora vamos levar a programação até quinta-feira (19). Na quarta-feira (18), o atendimento oftalmológico vai acontecer no Arapixi e na quinta-feira no Ganhoão. Assim conseguimos honrar o nosso compromisso com a população”, disse Selma Ferreira, coordenadora do programa Presença Viva.

 

Fonte: Agência Pará de Notícias

Comunicação/AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000