Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE CURRALINHO
19/01/2014
Curralinho
INSTITUTO CRIA AÇÕES NO MARAJÓ EM PARCERIA COM PARAENSES
MIT incentiva alunos a utilizarem o mês de janeiro como período de atividades independentes
 

Na tarde desta sexta-feira (17), estudantes de cinco universidade brasileiras embarcam para o Marajó com a missão de colaborar com a melhoria da qualidade de vida de moradores de uma colônia de pescadores situada às margens do rio Canicatu,, na cidade de Curralinho. Eles levam na bagagem projetos de tecnologias de baixo-custo coordenados pelos alunos do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), um dos principais centros de pesquisa e inovação norte-americano.

O que fez o MIT se interessar pela região de Curralinho foi o desafio de realizar uma ação de impacto social em uma das regiões com menor IDH do Brasil, segundo medição de 2012 realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). São dois os projetos que serão implementados pelos estudantes em parceria com a comunidade local: a construção de um defumador de peixe e a capacitação da comunidade para criação e utilização de equipamentos que utilizam a energia solar para iluminação doméstica.

O MIT incentiva alunos a utilizarem o mês de janeiro como período de atividades independentes. Por essa razão, alguns laboratórios da universidade oferecem disciplinas que incluem viagens a diferentes países do mundo em regiões que precisam da tecnologia para melhorar a condição de vida da população em desenvolvimento. Os estudantes paraenses e paulistas estarão por uma semana convivendo com jovens de diversas nacionalidades, entre as quais, Coreia do Norte, Taiwan e Estados Unidos, que participam do D-Lab, um laboratório do MIT, criado há 10 anos.

A ideia que norteia o D-Lab é que paralelamente à busca pelo progresso na pesquisa e no desenvolvimento de projetos tecnológicos em comunidades carentes os alunos entendam os reais interesses da comunidade local por meio de pesquisa para mapear a realidade energética, índices de sustentabilidade e níveis de pobreza.

Fonte: ORM

Comunicação/AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000