Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE CURRALINHO
24/03/2014
Curralinho
CURRALINHO NO PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DO SISTEMA DE SAÚDE DO MARAJÓ.
 

O município de Bagre foi o mais recente destino do Programa Itinerante do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), que administra, em parceria com o Governo do Estado, o Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), localizado na cidade de Breves. A comitiva de técnicos do hospital, juntamente com o 8° Centro Regional de Saúde (8° CRS), que congrega os municípios de Breves, Bagre, Curralinho, Anajás, Portel, Melgaço e Gurupá, cujos usuários são atendidos pelo hospital, cumpriu mais uma etapa do programa que visa o fortalecimento da relação entre o HRPM e o sistema de saúde municipal desta parte da região do Marajó.

O programa que começou com a visita em Melgaço, agora tem como próximo destino o município de Curralinho, agendado para o dia 25. A cada visita concluída, a direção do HRPM, elabora um plano de ação para melhorar cada vez mais o atendimento, a partir do conhecimento dos pontos fortes e as não conformidades identificadas nessa relação de atendimento ao sistema público de saúde.

De acordo com a diretora técnica do HRPM, a médica Ligia Martucci , o programa atende  à política de atuação do INDSH em cumprimento a manter a regionalização dos serviços de saúde pública, em parceria com o governo do Estado, de forma eficiente, buscando resultados concretos e com benefício ao cidadão. “Nosso objetivo, entre outros, é expor nossas diretrizes, serviços ofertados e fluxo de atendimento. Também precisamos ouvir aqueles que nós atendemos para alinhar nossos interesses e resultados satisfatórios”, ressaltou Ligia Martucci.

Em Bagre, os técnicos de Breves primeiramente participaram de reunião coordenada pelo secretário Municipal de Saúde, Edilberto Prudente Vulcão, que apresentou sua equipe de trabalho. Muitas dúvidas sobre o processo de encaminhamento de pacientes aos HRPM foram esclarecidas. Ele informou que dos cerca 26 mil habitantes, 60% residem na zona rural e o restante na área urbana, cujos usuários dispõem de  onze unidades de assistência primária de saúde.

O secretário municipal informou que até final deste semestre deverá ser inaugurado o hospital estadual de Bagre com 15 leitos, distribuídos nas clínicas básicas: obstetrícia, médica masculina e feminina, pediatria, cirúrgica, isolamento e sala de neonatologia, possuirá também: sala de urgência e emergência, entre outros serviços. “Será uma importante obra de governo que presenteará a nossa população e a de localidades vizinhas”, afirmou, ressaltando que muitos casos médicos serão resolvidos por lá mesmo, sem a necessidade de se deslocar para Breves.

A visita continuou pela Unidade Básica de Saúde (UBS), dirigida pelo enfermeiro Expedito Firmo de Andrade, para em seguida, a comitiva ser recebida na Câmara Municipal, onde houve uma audiência com a presença do prefeito Cledson Rodrigues, vereadores e lideranças populares. Lá, representantes do HRPM e do 8° CRS evidenciaram os serviços pactuados com os municípios da região. Os parlamentares e os demais presentes também se posicionaram sobre o sistema de saúde oferecido, com sugestões e questionamentos, que foram devidamente anotados para compor o relatório final do programa, que vai gerar plano de ação para atender aos anseios dos dois extremos: assistência e assistidos.

 A visita técnica foi finalizada na Unidade Básica de Saúde (UBS), onde a equipe reuniu com médicos cubanos para explicar que os pacientes encaminhados ao HRPM recebem atendimento nas mais diversas especialidades e com disposição de 50 leitos, unidades de urgência e emergência, além de sete leitos de UTI para adulto, cinco leitos de UTI Pediátrica e cinco leitos na UTI Neonatal, com as especialidades de obstetrícia, cirurgia, ortopedia, oftalmologia, cardiologia, clínica médica, além de exames laboratoriais, por imagem e métodos gráficos.

O hospital oferece também centro cirúrgico e obstétrico com três salas cirúrgicas, uma para reanimação, um ambiente de pós-operatório e uma sala pré-operatório. O usuário ainda dispõe de uma unidade de ambulatório com cinco consultórios, agilizando o atendimento.

A comitiva foi composta pela médica Lígia Maria Martucci, pelo titular do Núcleo de Gestão da Qualidade, o enfermeiro Gilberto Flávio Reis, pela assistente social, Lorena Nazaré de Oliveira. O 8° CRS foi representado por seu diretor, o enfermeiro Adelson Teixeira, pelo coordenador da Regulação Deja Santos, e as técnicas Erica Barros, Márcia Trindade Alves, além da técnica do Ministério da Saúde (MS), Josiane Costa, que atua no Apoio Municipal de Controle da Malária. O programa conta com a importante parceria da Polícia Militar, através do  ten. cel. Cintra, que disponibiliza transporte fluvial à comitiva de técnicos.

Fonte: AGPA.

Comunicação/AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000