Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE MELGAÇO
22/10/2014
Muaná
EMATER E PREFEITURA DESENVOLVEM PROJETO PARA ELEVAR A PRODUTIVIDADE DA MANDIOCA EM MUANÁ.
 

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) no município de Muaná, arquipélago do Marajó, está desenvolvendo, em parceria com a Prefeitura do município, uma Unidade Demonstrativa na Estrada da Rodagem, com duas variedades de mandioca resistente à podridão. O objetivo é encontrar espécies que aumentem a produtividade no município e permitir, que após um ano, os agricultores familiares já possam produzir farinha em grande escala para fornecer produtos para a merenda dos alunos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Os técnicos da Emater e prefeitura estão apostando nas variedades Mary e Poty para elevar a produtividade no município de Muaná. A área que será utilizada, que foi cedida pela Prefeitura, possui três hectares. Segundo o chefe local da Emater, Anderson Dias, especificações técnicas serão adotadas e a que melhor responder será disseminado nas comunidades rurais. “A cada hectare: uma será em plantação tradicional, outra com a variedade Mary com adubação química e na terceira na variedade Poty com adubação orgânica”, explicou.

A produtividade atual em Muaná é de 100 a 150 toneladas de raiz ao ano. Ainda segundo Dias, essa experiência já foi atestada no município do Acará, localidade que teve um crescimento de 12 para 20 toneladas de raiz. “Estamos com variedades que dão resultado. Estamos buscando apenas as melhores condições para ter maior produtividade e resistência. Em um prazo de seis a oito meses já teremos resposta e, em um ano, com o repasse dos resultados positivos, já poderemos ver a mudança nos campos muanenses”, avaliou.

A iniciativa da parceria está focada em encontrar maneiras para fortalecer o setor produtivo no município. Tanto no sentido de que eles produzam mais e melhor, bem como a organização social das comunidades rurais. “A Secretaria de Agricultura quer comprar da agricultura familiar local o abastecimento dos estoques de merenda escolar, mas não encontra os fornecedores. Estamos trabalhando desde a base. Por exemplo, já temos tido êxito com o fornecimento do açaí para o Pnae”, considerou.

Fonte: AGPA.
Comunicação/AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000