Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE PORTEL
27/01/2012
Portel
PREFEITURA DE PORTEL E UFRA CELEBRAM CONVÊNIO PARA IMPLANTAÇÃO DE CURSOS
INÉDITO
 

MUNICÍPIO SERÁ O 1º DO MARAJÓ A SEDIAR UM CAMPUS DA INSTITUIÇÃO

 

Um convênio assinado no último final de semana pelo pró-reitor de ensino da Universidade Rural da Amazônia (Ufra), Orlando Tadeu e o prefeito de Portel, no Marajó, Pedro Barbosa, celebrou a implantação dos cursos superiores e profissionalizantes naquele município, o primeiro do marajó a sediar um campus da ufra.

 

A solenidade de assinatura contou a presença de diversas autoridades e principalmente de centenas de estudantes concluintes do ensino médio que estão ansiosos para dar continuidade aos estudos em nível superior em áreas que somente a Ufra oferece, como engenharias de pesca, ambiental, florestal, zootecnia e agronomia, visto que a região possui um imenso potencial agropecuário e florestal, além da criação de peixe em cativeiro, que vem sendo disseminado em toda a região.

O coordenador de implantação do campus, professor doutor Edir Queiroz Neto, fez uma longa dissertação aos atentos ouvidos de mais de 400 estudantes que lotaram as dependências do auditório principal da cidade. Segundo ele, no segundo semestre deste ano já estarão funcionando alguns cursos técnicos nessa área e no final do ano será realizado o vestibular com ofertas dos diversos cursos que possam ser implantados em áreas distintas, como na zona rural, onde funciona o curso "Saberes da Terra", com a criação de peixe em cativeiro, hortaliças e animais como porco e galinha e tem espaço para alojamento e salas de aula.

A prefeitura também está montando um laboratório de produção de alevinos e um tanque para criação e engorda de peixes. A Secretaria de Educação também tem espaço de sobra em salas de aula e aparelhamento para desenvolver aulas teóricas. "Por falta de lugar, espaço e apoio o curso não vai deixar de funcionar ", asseguram o prefeito e a secretária de educação, Rosangela Fialho.

A princípio a Ufra vai oferecer 13 cursos superiores e mais de 20 técnicos, além de programas de extensão que possam inventariar as imensas florestas da região, trabalhar com produtos oleaginosos como a andiroba, a copaíba, o murumuru e as palmeiras, que são muito apreciadas na linha de produção de cosméticos.
O deputado federal Arnaldo Jordy, presente ao evento, confirmou a liberação pela Câmara Federal de uma emenda sua no valor de 700 mil reais para a Ufra utilizar na implantação do campus de Portel e foi ovacionado pela plateia. Projetos importantes para o desenvolvimento sustentável, como o zoneamento ambiental, licenciamento e fiscalização sobre os madeireiros foram temas citados no encontro. Todos se mostravam convencidos que esses cursos poderão trazer muitos benefícios para a agropecuária de Portel, cuja metade da população de mais de 50 mil habitantes reside na zona rural, é ribeirinha e vive do peixe e da farinha. "Vamos levar tecnologia e melhorar a produção de farinha que já é excelente na região e promover a criação de peixe para sustento e comercialização", antecipa o professor Edir, da Ufra. (O Liberal).
Comunicação - AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000