Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE PORTEL
27/03/2012
Portel
PORTEL SEDIA ENCONTRO DE EDUCAÇÃO RIBEIRINHA
Evento contará com a participação dos 16 municípios do arquipélago
 

Um olhar marajoara sobre a educação ribeirinha será tema do encontro que os 16 municípios do Marajó estão organizando em Portel com apoio da Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó (Amam). O evento vai acontecer nos dias 28, 29 e 30 deste mês e reunirá educadores municipais, representantes do Colegiado de Desenvolvimento Territorial do Marajó (Codetem), da Rede de Educação Cidadão (Recidi), do Instituto Peabiru e Ministérios do Desenvolvimento Social e Meio-Ambiente.

A intenção é mudar a realidade do sistema educacional do Marajó adaptando as grades curriculares às peculiaridades e à cultura regional, um currículo que retrate a realidade marajoara e valorize o aprendizado inclusivo. Por exemplo, respeite os períodos de plantio e colheita quando os alunos estão trabalhando com a família nos roçados. Dê atenção a programas como o Saberes da Terra, de criação de peixe em cativeiro, manejo e extração sustentáveis, onde a comunidade seja fiscal e beneficiária dos recursos da floresta. Segundo o prefeito de Portel e presidente da Amam, Pedro Barbosa, está na hora de tirar do papel o Plano de Desenvolvimento Sustentável do Marajó, lançado  pelo presidente Lula da Silva quando de sua estada em Breves há três anos, mas que nunca chegou a se consolidar. “A implantação do linhão da Eletronorte com energia para todo o Marajó, o desenvolvimento da educação nos municípios com cursos de nível médio e superior e a atração de novas empresas para agregar valor ao produto amazônico demonstra que essa é a hora da União investir maciçamente na região com vistas a mel hora do IDH”, acredita Barbosa.

O bispo da prelazia de Breves, D. Luiz Azcona, uma das vozes mais críticas e respeitadas do Pará, já confirmou presença no evento assim como pretende acompanhar as autoridades a Brasília, a fim de pressionar a Casa Civil da Presidência da República a liberar os recursos necessários à execução do Plano. O bispo, que está completando 25 anos à frente da prelazia, entende que só através da educação, da melhoria de qualidade de vida das famílias e do desenvolvimento, é que se dará um basta à exploração sexual e prostituição de meninas e jovens e de trabalho infantil. O secretário executivo da Amam, Jaime Santos, que organiza a logística do encontro, adianta que as embarcações sairão dos diversos municípios do Marajó em direção a Breves e de lá os participantes serão encaminhados a Portel, onde permanecerão durante o evento, que vai acontecer no Teatro Manarijó, espaço com capacidade para mais de 300 pessoas. “Todos os participantes terão hospedagem, refeições, pasta personalizada e direito a certificado de participação”, informa Jaime.

COMUNICAÇÃO/AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000