Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE SALVATERRA
03/07/2014
Salvaterra
CURSO DE MANIPULAÇÃO DE ALIMENTOS CAPACITA PROFISSIONAIS DE SALVATERRA.
 

Funcionários de padarias, lanchonetes, ambulantes e demais profissionais que trabalham diariamente com manipulação de alimentos participam nesta quinta e sexta-feira, 3 e 4, em Salvaterra, do curso Boas Práticas de Manipulação em Serviços de Alimentação. A capacitação, realizada pela Secretaria de Saúde do município, em parceria com o campus da Universidade do Estado do Pará (Uepa), é gratuita e oferta 40 vagas.

Por meio de palestras, dinâmicas e materiais apostilados, os comerciantes e manipuladores de alimentos receberão orientações para auxiliar o manuseio, a conservação e a venda de alimentos de forma adequada, higiênica e segura para o consumo na Ilha do Marajó. O Curso também atende ao que estabelece na Resolução RDC N° 216, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sobre o Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação.

“As Boas Práticas na Manipulação de alimentos abrangem um conjunto de medidas que devem ser adotadas pelos manipuladores, indústrias e comerciantes, a fim de garantir a qualidade sanitária e a conformidade dos produtos alimentícios com os regulamentos técnicos. A qualidade é componente fundamental dos alimentos e a segurança é componente indispensável da qualidade, sendo, por tanto, necessário conhecer as variáveis que podem afetar tais componentes, dentre as quais, a condição higiênico-sanitária ocupa lugar de destaque”, explica a professora da Uepa e ministrante do curso, Carmelita Ribeiro.

Uma das medidas preventivas que serão abordadas no curso são os princípios básicos de higiene pessoal, que inclui unhas cortadas, roupas limpas e cabelos presos. A professora Carmelita alerta para o fato de que, muitas vezes, o manipulador é uma das principais fontes de contaminação.

“Está amplamente comprovado, que a maioria dos casos de toxinfecções alimentares é devida à contaminação dos alimentos pelos manipuladores, que transmitem microrganismos aos alimentos, sem, contudo, apresentarem sintomas de doença. Neste caso, os alimentos podem ser contaminados por hábitos inadequados de higiene, hábitos precários ou até mesmo por desinformação”, afirmou a professora.

Aproximadamente 300 manipuladores dos municípios de Soure, Cachoeira do Arari, Salvaterra e da Vila de Joanes participam do curso, que garante ao participante uma carteira de manipulador e certificado com carga horária de 10 horas. É realizado desde o mês de maio, sempre das 14h às 18h, na Secretaria de Saúde, no Centro de Salvaterra. No segundo semestre também serão incluídos no curso os funcionários de frigoríficos e carne bovina e bubalina.

Fonte: AGPA.
Comunicação/AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000