Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE SANTA CRUZ DO ARARI
25/04/2012
Santa Cruz do Arari
MAPA DAS ARTES DESCOBRE EM SANTA CRUZ TALENTOS DA MÚSICA E DO ARTESANATO.
Comunicação/AMAM
 

Com apenas 11 anos, Natali Melry Gama Beltrão já demonstra seu talento musical no município de Santa Cruz do Arari, no Arquipélago do Marajó. Ela mora com a família na Vila de Jenipapo do Arari, e além de fazer parte da Fundação Amazônica de Música, tocando flauta transversal, compõe música, principalmente no ritmo brega.

Natali foi uma das artistas cadastradas no Mapa das Artes, uma iniciativa do governo do Estado, por meio do Instituto de Artes do Pará (IAP), que está percorrendo vários municípios do Marajó na Caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva.

O objetivo, segundo o técnico da Gerência de Artes Visuais e Musicais do IAP, Felipe Alves, é identificar os artistas da região, cadastrá-los e incluí-los no mapa, que poderá ser acessado por qualquer pessoa no site do IAP. A partir do cadastro, o artista fica responsável pelo abastecimento do seu perfil.

A ação cultural conta com a parceria das secretarias Municipais de Cultura, que ficam responsáveis por mobilizar a classe artística local. Em Santa Cruz do Arari, mais de 50 artistas já se cadastraram. Na manhã desta terça-feira (24), a atividade se deslocou para a Vila de Jenipapo, comunidade ribeirinha de Santa Cruz, onde vários artistas aproveitaram a presença dos técnicos do IAP e fizeram seus perfis.

Membros da Associação Musical de Santa Cruz do Arari, com sede na vila, receberam os técnicos e mostraram o que aprenderam em pouco mais de um ano de projeto. Segundo Luiz Wilker Beltrão, um dos coordenadores da Escola de Música da Vila de Jenipapo, cerca de 180 alunos têm aulas de musicalização. Alguns já passaram da flauta doce para instrumentos mais elaborados, como trombone, sax, clarinete e flauta transversal. “Essa mobilização e divulgação do perfil dos artistas regionais faz com que conheçam o excelente trabalho que é feito com esses jovens em Santa Cruz e em outros municípios do Marajó”, ressaltou Luiz Beltrão.

Artesanato - O artista plástico Dinick Loureiro, 35 anos, nasceu e mora na Vila de Jenipapo. Ainda na infância descobriu aptidão para as artes plásticas. Com isso, confecciona peças de artesanato usando matéria prima regional, como cuias, sementes e fibras. Seu trabalho percorre o Pará e já foi exposto em algumas feiras de artesanato. “Meu maior sonho é viver de arte, e trabalhar com outras escolas, como o Modernismo”, disse ele.

Além do cadastro, o IAP está divulgando suas ações, como as capacitações e o incentivo ao artista por meio de bolsas de pesquisa e experimentação artística, utilização dos equipamentos do Núcleo de Produção Digital, oficinas, cursos e workshops.

Durante a caravana são esclarecidas as ações do Sistema Nacional de Cultura (SNC), o qual pretende criar, a partir de uma lei específica, sistemas de cultura municipais, considerados importantes para a consolidação das ações nacionais. O objetivo é fomentar a discussão local da política cultural, que servirá de base para a construção de uma política nacional de cultura.

As ações do IAP no município de Santa Cruz do Arari também incluem a montagem do cineclube, com a “Mostra Pará”, reunindo várias produções do Estado, algumas premiadas, além dos resultados das bolsas de experimentação audiovisual. As sessões acontecem no auditório da Escola de Ensino Fundamental e Médio João Apolinário Batista, sempre às 19h.

Fonte: Agência Pará de Notícias

  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000