Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA
03/06/2014
São Sebastião da Boa Vista
ESCOLA TRADICIONAL DE SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA GANHA REFORMA E AMPLIAÇÃO.
 

Uma das instituições de ensino mais respeitadas do arquipélago do Marajó, a Escola Estadual João XXIII, localizada no município de São Sebastião da Boa Vista, tem muitos motivos para comemorar em 2014. Além dos 50 anos de fundação recém-completados, a entidade passa, nesse momento, por uma reforma que, há tempos, era aguardada ansiosamente pela comunidade escolar. A revitalização inclui reestruturação das salas de aula e sistema elétrico, revestimento, piso e cobertura novos.

De acordo com o diretor da escola, Jeferson Patrick Ferreira, a João XXIII é pioneira em muitos sentidos no Marajó: foi a primeira do arquipélago a ter o Ensino Médio secundário e a ser polo do Enem, em 2011. “Começamos com 600, e, no ano passado, tivemos quase 2.000 inscritos. Além disso, vem crescendo não só o nosso resultado no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), como no próprio Enem. Neste ano, conseguimos entre 20 e 25 alunos aprovados na UFPA (Universidade Federal do Pará) ”, destaca.

Segundo ele, atualmente, a instituição reúne cerca de 1.500 alunos em diferentes modalidades de Ensino Médio, como o regular; a Educação de Jovens e Adultos (EJA) médio presencial; a EJA médio semipresencial, conhecida como Ensino Médio personalizado, e sistema modular de ensino no interior.

O diretor diz que a reforma agora realizada na escola é um desejo antigo da comunidade, pois, entre 2007 e 2008, ela chegou a ser iniciada, mas não teve continuidade, o que gerou muita frustração por parte dos estudantes. “A reforma começou entre 2007 e 2008, mas a empresa responsável saiu sem terminar a obra, o que trouxe muitos transtornos, pois ficamos com muita poeira, salas não pintadas, forro não feito. No ano passado, fomos contemplados com essa nova reforma, que vai resolver um dos nossos principais problemas, a questão elétrica”, conta.

Ampliação

Para Jeferson, o futuro da João XXIII deve ser ainda melhor, pois, além da intervenção realizada agora, a instituição receberá, em breve, uma ampliação, prevista no programa Pacto pela Educação do Pará, o que vai permitir o aumento no número de salas de aula e de alunos. “Além disso, também vamos ganhar um ginásio de esportes, outro anseio antigo, pois a escola tem sido campeã em modalidades como futsal masculino e feminino nos Jogos Estudantis do Marajó, o que demonstra a força dos nossos atletas”, ressalta.

A jovem Elyandra Magno, de 17 anos, é aluna do terceiro ano do Ensino Médio e se prepara para prestar os próximos vestibulares. Ela lembra, com tristeza, do período em que a escola estava em péssimas condições, o que trazia muitos prejuízos a todos. “Principalmente para quem estudava à tarde, a dificuldade era muito grande, em função do grande calor. Toda hora tínhamos que sair para beber água, o que dificultava o aprendizado. Como as janelas ficavam abertas, já que não tínhamos refrigeração, o barulho que vinha da rua também atrapalhava bastante. Agora não, ganhamos aparelhos de ar condicionado, paredes pintadas, piso bom e salas sem barulho”, comemora.

Como Elyandra, o professor Benedito Freitas, servidor da educação há 37 anos, acompanhou bem de perto essas mudanças. Ele acredita que a melhoria da infraestrutura é fundamental para que os estudantes possam ter um melhor desempenho. “Na época em que a escola estava em uma situação precária, realizamos uma semana pedagógica e verificamos que o índice de evasão, de alunos que tinham cancelado as matrículas, era assustador. Agora, com a escola melhor, aos poucos estamos retomando a qualidade que sonhávamos ter, porque estamos oferecendo um ambiente melhor para os alunos”, enfatiza.

Fonte: AGPA.
Comunicação/AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000