Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE SOURE
02/09/2014
Soure
SOURE INICIA DEBATE SOBRE SEUS PROBLEMAS.
 

O movimento social de Soure, na ilha do Marajó, promove hoje uma audiência pública para discutir vários problemas estruturais do município. O evento, denominado “Em Defesa de Soure”, ocorrerá a partir das 8 horas da manhã, no salão paroquial localizado na Terceira Rua, no centro da cidade, e tem como objetivo garantir o máximo de participação popular no debate sobre as políticas públicas e seu controle em todas as esferas de poder.

De acordo com Marluce Silva, da Comissão Justiça e Paz em Soure, a principal pauta da audiência são as irregularidades e deficiências do sistema público de saúde na cidade. “Recebemos muitas denúncias de casos de erro médico e descaso com a população. Esperamos que, dessa vez, a prefeitura possa escutar de verdade a população”, afirmou. Para Marluce, o diálogo deve ser o caminho para que os problemas de Soure sejam resolvidos. “Não queremos que ocorra o mesmo que aconteceu no dia 6 de junho desse ano, quando a casa do prefeito foi apedrejada”, completou.

A agressão à casa do prefeito João Luiz Melo (PT), segundo Marluce, teria sido motivada pela falta de respostas do gestor às reinvindicações da população. “Mas não é nesse tipo de comportamento que acreditamos. Por isso, convidamos diversas autoridades para a audiência pública, inclusive o próprio prefeito”, explicou. Entre os convidados, estão também o promotor de Justiça Nelson Medrado e o secretário de Saúde do município, Newton Pereira.

Os problemas apontados pelos movimentos sociais de Soure são múltiplos. Entre eles estão a demora no início das obras para a construção de quatro unidades básicas de saúde, a realização e manutenção de uma academia de saúde e deficiências na iluminação pública e pavimentação.

As organizações que estão realizando a audiência são a Prelazia do Marajó, a Comissão de Justiça e Paz da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Conselho de Segurança, o Sindicato de Saúde de Soure e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp).

Fonte: OLiberal.

Comunicação/AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000