Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
NOTÍCIAS DE SOURE
27/08/2013
Soure
CARAVANA PRO PAZ ATENDE MAIS DE TRÊS MIL PESSOAS EM SOURE.
 

Quase mil pessoas já passaram nesta segunda-feira (26) pela Caravana Pro Paz, que está no município de Soure, na Ilha do Marajó, com ações gratuitas de saúde e cidadania. A integrante do Comitê Gestor do Pro Paz, Izabela Jatene, acompanhou as atividades e disse que esse é um momento diferenciado pelo fato de o mutirão oferecer especialidades médicas de média complexidade, que garantem um atendimento posterior ao ofertado na edição anterior, quando as consultas oferecidas eram de baixa complexidade. Em dois dias, três mil atendimentos foram feitos.

“É uma satisfação enorme saber que estamos conseguindo cumprir o que uma política pública séria precisa cumprir. Tentamos melhorar a caravana, e já percebemos que o conforto para o cidadão está melhor, o fluxo de atendimento também já está melhor. Nossa intenção é garantir o conforto, melhorar a qualidade do serviço, para que a população tenha o que é direito dela. O Governo do Pará está aqui para garantir cidadania com emissão de documentos e para garantir que a saúde chegue aonde tem que chegar”, disse Izabela Jatene.

A Caravana Pro Paz vai passar por onze municípios marajoaras durante 44 dias, onde são ofertadas consultas em ginecologia, neurologia, cardiologia, urologia, dermatologia, endocrinologia e reumatologia, além dos atendimentos básicos de saúde, como clínica geral e pediatria. Também são oferecidos exames laboratoriais, eletrocardiograma, ultrassom, exame preventivo ginecológico e testes rápidos de hepatite e HIV.

A Caravana Pro Paz também emite as carteiras de identidade e trabalho, CPF, certidão de nascimento e atendimento jurídico, em parceria com a Polícia Civil e Defensoria Pública, que estão atendendo na Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom Alonso. Também estão sendo distribuídas cadeiras de rodas, tamanho adulto, por meio da 1ª Regional da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

 

Mobilidade – O pedreiro Miguel Arcanjo Dias, 53 anos, foi um dos beneficiados com uma cadeira de rodas. Ele procurou pela Caravana Pro Paz para uma consulta, e no local descobriu que tinha direito à cadeira, que era esperada há mais de cinco anos, desde que quebrou a perna esquerda após cair de um caminhão e depois a direita, ao ser atacado com a própria muleta. “É uma coisa muito boa que o governo está fazendo para todos nós que estamos precisando. Eu já estava feliz por ser atendido pelo médico, e agora estou mais ainda por voltar para casa com uma cadeira de rodas”, disse.

A doméstica Cristina de Fátima Dias, que acompanhava o cunhado, Miguel Dias, contou que ele só tinha uma cadeira para poder tomar banho, sem poder se mover. Para ela, a cadeira de rodas vai proporcionar ao rapaz mais independência, conforto e autonomia. “Acompanho a luta do meu cunhado e vejo o sofrimento dele. Agora muita coisa vai mudar. Ele pode se sentar e deitar sozinho. Estou muito feliz com essa conquista”, frisou.

As cadeiras distribuídas pelo Pro Paz são acolchoadas e desmontáveis, têm um mecanismo de travamento de rodas e reclinam, possibilitando que o usuário deite sobre elas. Para receber o benefício, o paciente deve apresentar a cópia do laudo médico e dos documentos de identidade, CPF e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). Até o momento, foram doadas nove cadeiras de rodas. Luciana Lopes, que trabalha na caravana com a entrega desse equipamento, acredita que o número deve aumentar ainda mais, por causa da divulgação na cidade.

“Os próprios beneficiados vão espalhando a notícia e ela corre de boca em boca. A associação de deficientes físicos do município nos procurou e disse que vai recolher os documentos necessários para a entrega das cadeiras. Tenho certeza que, até o fim do dia, teremos um número considerável de cadeiras de rodas entregues”, estimou.

Este é o último dia da Caravana Pro Paz em Soure. Nesta terça-feira (27), o projeto segue para Salvaterra. A ação é promovida pelo governo do Estado, por meio do Pro Paz, Sespa, Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), Defensoria Pública, Instituto de Artes do Pará (IAP) e polícias Civil e Militar.

Fonte: AGPA

Comunicação/AMAM
  
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000