Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
 NOTÍCIAS
10/07/2017
Salvaterra
FCP ENSINA ARTE E OFÍCIO AOS QUILOMBOLAS DO MARAJÓ.
 


A Fundação Cultural do Pará (FCP) realiza neste mês diversas oficinas de arte e ofício em comunidades tradicionais quilombolas no município de Salvaterra, no arquipélago do Marajó. As oficinas serão de grafismo, estamparia africana, música e beneficiamento em fibras e trançados.

Segundo a coordenadora do projeto, Deusa Vasconcelos, as oficinas fazem parte das ações de arte e ofício em comunidades tradicionais, nesse caso, quilombolas, e vai atender as comunidades de: Deus Ajude, Mangueiras, São João, Pau Furado, Bairro Alto, Bacabal, Caldeirão e Boa Vista.

De acordo com o diretor de Interação Cultural da FCP, Walter Figueiredo, o objetivo das oficinas ministradas para os quilombolas é mostrar aos alunos uma forma de aproveitar a matéria-prima que pode ser encontrada na própria comunidade e transformá-la em renda.

As atividades serão realizadas em três polos e divididas em duas etapas. No polo da comunidade das Mangueiras, no período de 11 a 15 de julho, a artista Andréia Feijó vai ministrar a oficina de Grafismo e Estamparia Africana. “Vamos fazer exercícios para trazer referências de imagens que são importantes para eles, as que caracterizam as tradições culturais deles”, ressaltou a artista.

A comunidade Pau Furado vai receber a oficina de Música de Percussão, no período de 18 a 22 de julho, com mais de 100 vagas. Deusa Vasconcelos ressalta que, nessa oficina, os alunos poderão conhecer mais sobre a cultura do Marajó, a partir das músicas de raiz das comunidades quilombolas.

Walter Figueiredo ressaltou que, na comunidade Deus Ajude, a oficina de beneficiamento em fibras e trançados, que será realizada na última semana de julho, será ministrada pela artista Ruth Cléia.

Fonte: O Liberal.

Comunicação/AMAM.
 
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000