Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
 NOTÍCIAS
15/12/2017
Selecione...
HORAS APÓS SER CASSADO POR DESVIO DE VERBA DA SAÚDE, PREFEITO DE MUANÁ REASSUME O CARGO
Murilo Guimarães foi cassado na quinta, 13, por desvio de R$ 230 mil. Nesta sexta, 14, a Justiça suspendeu o afastamento.
 

Nesta sexta-feira (14), o juiz Luiz Trindade Júnior, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, anulou a cassação do prefeito de Muaná, no Marajó, Murilo dos Santos Guimarães, conhecido como Murilo do Povo. Na quinta (13), a Câmara Municipal de Vereadores de Muaná aprovou a cassação do prefeito acusado de desviar R$ 230 mil de verbas da área da saúde e de fraudes na prestação de contas do município.

Na decisão, o juiz alega que Murilo Guimarães reuniu fasta documentação que demonstram que “é infundada a denúncia e todas as informações solicitadas pela comissão processante lhe são favoráveis, inclusive Tribunal de Contas do Município, Ministério da Saúde e Controladoria Geral da União, e que este último não informa qualquer débito ou falta de prestação de contas, e que a Secretaria Estadual de Saúde do Pará informou não existirem pendências de todo o montante recebido para futuras cirurgias eletivas”.

Ainda de acordo com o juiz, o julgamento da cassação foi completamente contrário às provas dos autos, e que não respeitou o contraditório e ampla defesa, pois nem o requerente nem seus advogados foram intimados à sessão de cassação, e nem houve nomeação de advogado para fazer a sua defesa.

F: G1

 
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000