Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
 NOTÍCIAS
29/01/2018
Selecione...
EMPRESA TÊXTIL QUER PRODUZIR MALVA NO MARAJÓ
 

A Companhia Têxtil Castanhal quer desenvolver a cultura da malva e da juta no Marajó, região considerada

propícia para desenvolver agricultura familiar sustentável, sem agressão ao ambiente e perfeitamente consorciada à produção da mandioca e outras leguminosas ou frutas.

A apresentação da proposta foi no auditório da AMAM com a presença do presidente da entidade, Murilo Guimarães, do secretário executivo, Alcindo Cavalcante e técnicos da entidade.

Os gerentes industrial, Robson Torres, administrativo, Inocêncio Mesquita e de matéria-prima, Nelson Gomes, destacaram a importância dos prefeitos marajoaras apoiarem os produtores a aderirem ao projeto. Eles terão supervisão técnica da própria Cia. Têxtil, com seu quadro de engenheiros agrônomos no desenvolvimento dessa cultura que chega a render três mil reais por hectare plantado. 

A cultura de malva e juta estavam abandonadas no Pará em razão do uso intensivo de sacos plásticos. Nos últimos anos essa realidade vem mudando e a Cia Têxtil já produz 13 milhões de sacos para embalagem de café e batata, que são ecologicamente corretos e biodegradáveis em três meses, diferente dos plásticos que poluem e demoram até 200 anos para se desintegrar no meio-ambiente.

 

Comunicação/AMAM
 
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000