Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
 NOTÍCIAS
29/05/2018
Breves
BREVES GANHA UPA 24 HORAS
 

O prefeito municipal de Breves Toninho Barbosa conseguiu em Brasília junto ao Ministério da Saúde convênio para a construção de uma Unidade de Pronto Atendimento-Upa no município de Breves. O prédio totalmente construído junto a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) será inaugurado amanhã 30, e atenderá com qualidade casos de emergência e urgência de Breves. A Upa segue as normativas do Ministério da Saúde para atendimento de emergência e urgência, adota o modelo de atendimento por acolhimento com classificação de risco do Protocolo de Manchester.

Dessa forma o paciente é acolhido e classificado de acordo com o agravo de saúde, em seguida recebe uma pulseira que indica seu agravo e ainda o tempo de espera para atendimento clínico e outros, vejamos:

 

Vermelho - Risco imediato de perder a vida.

                        Tempo de espera: 0 minutos.

 

✅ Laranja - Risco de perda de função de órgão ou membros.

                      Tempo de espera: até 10 minutos.

 

✅ Amarelo - Condição que pode se agravar sem atendimento.

                       Tempo de espera: até 01 hora.

 

✅ Verde - Baixo risco de agravo imediato à saúde.

                   Tempo de espera: até 02 horas.

 

✅ Azul - Sem risco imediato de agravo à saúde.

                Tempo de espera: até 04 horas.

Segundo o Secretário de Saúde Amauri Cunha é importante fazer uma triagem quanto a classificação de risco que será realizada pelo enfermeiro. Ressalta ainda Amauri que o atendimento não será por ordem de chegada mas sim pela classificação de risco para que casos emergentes e urgentes sejam priorizados. A Upa não fará internação, porém, quando houver necessidade o paciente ficará em observação durante 24 horas e caso não haja melhora clínica e considerando o diagnóstico o paciente será encaminhado para o Hospital Municipal, Hospital Regional ou para rede de hospitais de tratamento fora do domicílio. 

Os atendimentos serão de conformidade com a Portaria Ministerial que regulamenta as Boas Práticas para Organização e Funcionamento de Serviços de Urgência e Emergência (Portaria, n°354, de março de 2014), que define bem a diferencia entre urgência e emergência. O atendimento ao público será direto de segunda a segunda de acordo com os casos apresentados.

 Wavá Bandeira

Fotos: Ascom/Semsa

 

 
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000