Seja muito bem vindo(a) a AMAM  - 
 
 
 
 NOTÍCIAS
28/06/2018
Variados
HOSPITAL REGIONAL PÚBLICO DO MARAJÓ É CERTIFICADO PELA QUALIDADE NO ATENDEMINTO
 

O cuidado com a segurança do paciente e a qualidade dos serviços de saúde prestados à população garantiu ao Hospital Público Regional do Marajó (HRPM), em Breves, o certificado de Hospital Acreditado pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). A Acreditação Nível 1 é um sistema de avaliação da qualidade dos serviços de saúde, que analisa os critérios de segurança do paciente em todos os níveis da instituição de saúde.

Com a certificação Nível 1 da ONA, o Regional do Marajó se enquadra no contexto mundial de hospitais certificados. Para o secretário de Saúde do Estado, Vítor Mateus, ter um hospital de excelência localizado na Ilha do Marajó é uma conquista emblemática. “Sabemos da qualidade do serviço prestado em Breves. Agora temos o reconhecimento de uma organização nacional. Esse momento reproduz nossa determinação em ter hospitais públicos certificados. Hoje já temos seis, o HPRM será o sétimo hospital Acreditado pela ONA”, explicou.

A resolutividade e segurança do paciente oferecida pelo hospital foi aprovada pelo lavrador Jeremias Pereira Gonçalves, 45, natural de Portel (distante três horas de barco de Breves), de onde seu filho Zinrã da Silva Gonçalves, 11, foi transferido para uma cirurgia no fêmur. “O atendimento está sendo ótimo e nós sentimos muita segurança pela assistência recebida. Agora tudo vai dar certo e meu filho vai voltar a ter sua vida normal”, disse o pai.

O processo de Acreditação adotado pela ONA é voluntário, por escolha da própria instituição de saúde, com interesse de melhorar seu atendimento. É um processo periódico, ou seja, trata-se de melhorias contínuas para que a instituição continue validando o certificado recebido. A certificação nível 1 recebida pelo HRPM, destaca a qualidade na segurança do paciente em todas as áreas de atividade, incluindo aspectos estruturais e assistenciais.

Reconhecimento profissional

Dentre as pessoas que comemoram a evolução da gestão do HRPM, está a técnica de enfermagem Maria das Graças de Oliveira Santos, 37 anos. “Faço parte da história desse hospital desde sua inauguração, em 2010. E no decorrer dos meus quase oito anos de casa, a gestão investiu em capacitação, implantação de ações e protocolos, resultaram em boas práticas em benefício direto ao usuário. Atitude que nos levou hoje a alcançar o ONA 1”, afirma.

Assim como Maria das Graças, a consultora da Qualidade do HRPM, Vanessa Bremer, destaca a importância do engajamento da equipe profissional para a conquista. “Seguimos etapas como gestão de documentos, gestão por processo, de risco, monitoramento de comissões, indicadores, análise crítica, auditorias. Sempre envolvendo as pessoas nas adequações desses processos. É uma satisfação poder fazer a diferença na vida das pessoas que são atendidas pelo Hospital Regional”, comenta.

Referência de assistência em média e alta complexidade, o HRPM foi inaugurado em 2010 e, hoje, atende uma população estimada em 300 mil habitantes de sete municípios pactuados com o 8° Centro Regional de Saúde (8° CRS), composto por Bagre, Curralinho, Anajás, Portel, Melgaço, Gurupá, além de Breves.

Para o diretor executivo do HRPM, Joaquim Fonseca, a conquista tem um sabor único e especial. “A Ilha do Marajó é uma região que, como todas no Pará, merece devida atenção e envolvimento. A certificação ratifica o quanto a equipe multiprofissional do HRPM é qualificada para o atendimento dos nossos usuários marajoaras. A importância do olhar e do cuidado com qualidade, pelo Estado, é crucial para os resultados obtidos pelos hospitais regionais do Pará”, completa.

Joaquim destaca, ainda, que o processo da Acreditação é motivador. “Para que um hospital seja acreditado, todos os serviços devem estar de acordo com os padrões de qualidade e nível de segurança estipulados pela ONA. Conseguimos fazer com que a dificuldade tornasse uma alavanca de motivação para um apoiar ao outro”, explica.

A direção do HRPM ressalta apoio do Governo do Estado do Pará, por meio da Sespa, na estrutura e condição de trabalho, além da parceria com o Instituto Nacional de Desenvolvimento Humano e Social (INDSH), responsável por garantir a administração do hospital. O presidente do INDSH, José Carlos Rizoli, não esconde a satisfação de participar desse momento. “Essa conquista é exemplo do empenho de todos que direta ou indiretamente contribuíram para mais essa conquista.Estão todos de parabéns”, agradeceu.

FONTE: AGPA

 
  
 
« Voltar
 
 
Oeiras do Pará
 
Desenvolvido por:
Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó
End: Travessa 3 de maio, 2389
Cremação - Telefone: (91) 3213-8000